quarta-feira, 30 de novembro de 2016

terça-feira, 29 de novembro de 2016

São as reticências que dão vida, Rubem Alves



"São as reticências que dão vida a uma conversa: elas são a permissão e o convite para que o outro diga o seu pensamento."
Rubem Alves

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

A cada dia, Carlos Drummond de Andrade

Arte : Andre Kohn



“A cada dia que vivo mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.”
Carlos Drummond de Andrade

domingo, 27 de novembro de 2016

Na história do mundo, Josh Billings


“Na história do mundo há apenas uma coisa em que o dinheiro não pode comprar, que é o abanar do rabo de um cachorro.” 
Josh Billings 

In: Frase do filme "A dama e o vagabundo"

sábado, 26 de novembro de 2016

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Vocês riem de mim, Bob Marley



"Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais."
 Bob Marley

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Desenvolver força, coragem e paz interior, Dalai Lama

Pintura de Gayan Tito


"Desenvolver força, coragem e paz interior demanda tempo. Não espere resultados rápidos e imediatos, sob o pretexto de que decidiu mudar. Cada ação que você executa permite que essa decisão se torne efetiva dentro de seu coração.” 
Dalai Lama

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Quem sou eu, Clarice Lispector



'E eis que depois de uma tarde de "quem sou eu" e de acordar à uma hora da madrugada em desespero. Eis que às três horas da madrugada acordei e me encontrei.
Fui ao encontro de mim. Calma, serena, alegre, plenitude sem fulminação. 
Simplesmente isso. Eu sou eu, você é você. É livre, é vasto, vai durar.
Eu não sei muito bem o que vou fazer em seguida mas, por enquanto, olha pra mim, e me ama! Não! Tu olhas pra ti e te amas.
É o que está certo.'
Clarice Lispector

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Feliz é a pessoa, Daisaku Ikeda

Arte : Baraa Awoor

"Feliz é a pessoa que consegue descobrir alegria em tudo. Ela transmite refrescante radiância e amplia o sorriso no rosto de todas as pessoas. Por isso, aquela que consegue transformar tudo em alegria constitui em esperança das pessoas e é o autêntico ser humano capaz de proporcionar coragem à todos." 
Daisaku Ikeda

domingo, 20 de novembro de 2016

Lugares mágicos, Lya Luft


"O bosque existe: é um dos meus lugares mágicos, onde minha imaginação anda de mãos dadas com a realidade."
Lya Luft

sábado, 19 de novembro de 2016

Ter um bom coração, Chagdud Tulku Rinpoche



"Ter um bom coração é o ponto essencial. Não importa o quanto aprendemos ou quanto o praticamos, se não tivermos um bom coração, não iremos longe. O benefício é apenas temporário." 
Chagdud Tulku Rinpoche

In: livro Sementes de Sabedoria

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Há pensamentos, Victor Hugo


"Há pensamentos que são verdadeiras orações. Em alguns momentos, seja qual for a postura do corpo, a alma está de joelhos." 
Victor Hugo

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Esqueça essa história, Osho



'Esqueça essa história de querer entender tudo.
Em vez disso, VIVA,
em vez disso, DIVIRTA-SE!
Não analise, CELEBRE!' 
Osho

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Pensamento, William James



"A maior arma contra o estresse é nossa habilidade de escolher um pensamento ao invés de outro."
William James

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

A manhã, Emily Dickinson



A manhã se dá a todos,
A noite, para alguns poucos;
A raros afortunados,
A luz da madrugada.

Emily Dickinson

In: Poemas  Escolhidos


domingo, 13 de novembro de 2016

Porque eu fazia do amor, Clarice Lispector

Arte: Ilustris


"Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: 
pensava que, somando as compreensões, eu amava. 
Não sabia que, somando as incompreensões, é que se ama verdadeiramente. 
Porque eu, só por ter tido carinho, pensava que amar é fácil." 
Clarice Lispector

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Você não precisa ir a lugar nenhum, Sri Amma Bhagavan



'Eu vou repetir: Você não precisa ir a lugar nenhum. Você não precisa mudar nada. Não há nada que você possa mudar. Tudo o que você precisa fazer é tornar-se intensamente consciente do que está acontecendo (...) Quando você está consciente a experiência está automaticamente ocorrendo. Você está experimentando a realidade como é. A partir dessa consciência as ações surgem espontaneamente.' 
Sri Amma Bhagavan

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

À medida que envelheço, Carlos Drummond de Andrade

Arte: Eric Dijkstra

“À medida que envelheço, vou me desfazendo dos adjetivos. Chego a ver que tudo pode se dizer sem eles, melhor que com eles.”
Carlos Drummond de Andrade

In: O avesso das coisas, Carlos Drummond de Andrade

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

terça-feira, 8 de novembro de 2016

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

O arroz e a rosa, Conto Zen


Conta uma lenda que, na antiga China, um homem teve a sorte de encontrar duas moedas com as quais poderia satisfazer suas necessidades básicas.
Para surpresa do amigo que o acompanhava, com uma das moedas o homem comprou um punhado de arroz e, com a outra, uma rosa. O amigo perguntou: "Para quê a Rosa, se estás com tanta fome?" Mirando-o com os olhos brilhantes de esperança, o místico homem respondeu: "Comprei o arroz para ter do que viver; e a rosa, para ter porque viver."
Mostra-nos esse sábio que a vida torna-se mais prazerosa quando o bem-estar do corpo e o bem-estar da mente estão indissoluvelmente ligados.
A qualidade do dia e da nossa vida melhora quando o altruísmo que existe em nós, do ser bom, humilde e generoso, aproveita os momentos em que pode aspirar o perfume das flores.
Vale a pena valorizar a vida e aproveitar os momentos, pois ela é breve.
Nem só de arroz vive o homem.

domingo, 6 de novembro de 2016

Contemplo o lago mudo, Fernando Pessoa

Lake Mapourika - NZ


Contemplo o lago mudo
Que uma brisa estremece.
Não sei se penso em tudo
Ou se tudo me esquece.

O lago nada me diz.
Não sinto a brisa mexê-lo.
Não sei se sou feliz
Nem se desejo sê-lo.

Tremulos vincos risonhos
Na água adormecida.
Por que fiz eu dos sonhos
A minha única vida?

Fernando Pessoa

sábado, 5 de novembro de 2016

Passa do meio-dia, Professor Hermógenes



"Passa do meio-dia. O declínio começou. Aqui, no vale, as sombras chegam mais cedo. Subirei a montanha. Lá no alto os últimos fulgores do sol serão meus. E quando a noite chegar vai me encontrar lá no alto..." 
Professor Hermógenes

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Não se preocupe com a perfeição, Osho



'Não se preocupe com a perfeição.
Substitua a palavra "perfeição" por "totalidade".
Não pense que você tem de ser perfeito,
pense que tem de ser total.
A totalidade dá a você uma dimensão diferente.'
Osho

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Como é bom ser bom, Martins Fontes



Tu, que vês tudo pelo coração,
Que perdoas e esqueces facilmente,
E és, para todos, sempre complacente,
Bendito sejas, venturoso irmão.

Possuis a graça como inspiração
Amas, divides, dás, vives contente,
E a bondade que espalhas, não se sente,
Tão natural é a tua compaixão.

Como o pássaro tem maviosidade,
Tua voz, a cantar, no mesmo tom,
Alivia, consola e persuade.

E assim, tal qual a flor contém o dom.
De concentrar no aroma a suavidade,
Da mesma forma, tu nasceste bom.

Martins Fontes


José Martins Fontes (Santos, 23 de junho de 1884 — Santos, 25 de junho de 1937) foi um médico e poeta e tradutor brasileiro. É considerado o melhor poeta de sua geração na lusofonia, e um dos dez melhores na língua portuguesa; os outros nove são Camões, Bocage, António Nobre, Guerra Junqueiro, Fernando Pessoa, Castro Alves, Olavo Bilac, Raimundo Correia e Alberto de Oliveira (o brasileiro).

O soneto acima é considerado o seu verso mais famoso e,  antes de tudo um lema de vida que Martins Fontes sempre cultivou, como médico tisiologista da Santa Casa de Santos (a primeira do Brasil, fundada por Brás Cubas).

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Eterno é tudo aquilo que dura, Carlos Drummond de Andrade

Cuesta - Botucatu - SP. Brasil

'Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundo,
mas com tamanha intensidade,
que se petrifica,
e nenhuma força jamais o resgata.' 
Carlos Drummond de Andrade


HOMENAGEM AO DIA DE FINADOS

Printfriendly