quarta-feira, 20 de junho de 2012

Mudanças, Mirna Grzich





Mudança, mudanças...tudo muda, tudo é impermanente, mas existem momentos em que a mudança aparece forte, inexorável, como uma fase da nossa vida. É uma transição, aquele momento do ponto de mutação.
Quando o antigo não funciona mais e o novo ainda não está implantado, nos sentimos, literalmente, no ar.


Sabe aquela figura do Yin e do Yang - redonda, o preto no branco, e o branco no preto? É assim. As coisas têm ciclos, começam e acabam, e o segredo da felicidade nesta vida é comprender isso e se adaptar à realidade.




Há momentos na nossa vida em que ficamos extremamente insatisfeitos: pode ser com nosso trabalho, nossos relacionamentos, nosso sentido de vida, nossa missão.




Essa insatisfação interior mostra que a mudança já começou - e ela passa por fases: primeiro a gente acha que não é com a gente - é a fase da negação; depois a gente tenta barganhar a gente reza, faz promessas, tenta um acordo, aí vê que é pra valer - e caímos numa depressão - que é normal, se não durar muito, faz parte do processo. Até que aceitamos a mudança e vemos que ela não é tão assustadora assim, que ela é até bacana, veja só! E daqui a pouco, a gente acha: "Lógico, foi melhor assim." E saltamos para um novo nível de consciência, de maturidade, de existência. Assim é a vida.




Mas, como viver esses momentos, quando tudo parece fugir ao controle? Aqui vão algumas dicas:




- é bom recolher-se e preparar o espírito;
- é bom cumprir todas as obrigações cotidianas;
- fazer limpezas, selecionar e organizar o material antigo;
- entrar em contato com a nossa fé, por meio da meditação e oração;
-praticar a paciência e a tolerância, e observar como as pessoas cometemdesatinos durante esses tempos- a única solução é o amor;
- não iniciar nada importante nesses períodos - aguardar;
- se aparecerem boas idéias, anotar tudo, para quando o processo estiver completado;
- se sentir desespero, respirar fundo e ter certeza que tudo vai passar; 




A mudança só acontece quando estamos prontos ou só ficamos prontos quando passamos por ela? Essa é uma pergunta eterna e só descobriremos a resposta vivendo, intensamente, com coragem e flexibilidade. Seguindo o caminho do coração.


Mirna Grzich, Jornalista, é uma referência quando o assunto é música, bem-estar, qualidade de vida, consciência, transformação na cultura da sociedade. Pioneira, trouxe para o Brasil a música new age, num programa semanal, o "Música da Nova Era", que foi transmitido pelas rádios Eldorado FM de São Paulo, Jornal do Brasil AM e Globo FM do Rio de Janeiro, e Guarany FM de Belo Horizonte. Um programa que marcou época nos corações e mentes de 200 mil ouvintes. Antes, nos anos 80, viveu por 6 anos na Califórnia, quando estudou no Esalen Institute, importante centro de terapia humanística do planeta.
Iniciou-se nas grandes tradições do mundo, quando esteve com mestres espirituais como Osho, Krishnamurti, Chagdud Tulku Rimpoche. Especializou-se no estudo das tradições espirituais do Oriente e Ocidente. Conheceu o físico Fritjof Capra, o médico indiano Deepak Chopra, e ajudou a trazer o Dalai Lama ao Brasil para a Eco-92.
Em 1995, escreveu a obra "Anjos, tudo que você queria saber", 20 fascículos acompanhados de fitas de meditação, uma obra bem humorada sobre a presença dos anjos nas nossas vidas, que alcançou os 2 milhões de exemplares vendidos em bancas de jornais em todo o Brasil. Muitos terapeutas e clínicas usam essas fitas até hoje, para seus pacientes, falando da cura, do perdão, da vida e da morte.
Realizou a conferência "Imaginária 95 - Arte, Ciência, Economia e Espírito numa Visão de Futuro", em São Paulo, em parceria com o SESC, quando trouxe ao Brasil o astronauta Edgar Mitchell, o físico Peter Russell, a bióloga evolucionista Elisabet Satouris, entre 20 conferencistas internacionais, juntamente com Amir Klink, Gilberto Gil e outros participaram de uma conferência visionária e inspiradora.
Em 1998, Mirna criou uma revista mensal - "Meditação - corpo/ alma/ casa/espírito", sempre acompanhada de CDs , que se transformou num verdadeiro "case" editorial. Faz parte como membro filiada da World Business Academy, Noetic Sciences Institute e Willis Harman House.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Printfriendly